Baseado em Toronto, Canadá, Tadzio goldgewicht é um sinólogo especialista em pensamento chinês clássico, chinês arcaico e na arte marcial do Xingyiquan. Atua como professor e consultor.

Recantos Fétidos

Muito embora eu tenha lido a maior parte dos grandes clássicos da filosofia chinesa em seu original no chinês clássico — e vocês podem imaginar o grau de dificuldade deste tipo de empreitada, pois que não se refere àquela leitura passiva, mas sim aquela na qual o leitor estabelece um dialogo com o autor —,  não creio que a leitura de nenhum deles tenha sido tão intelectualmente, emocionalmente ou espiritualmente desafiadora como a do Zhuangzi. 

 

E quando você olha fixamente para dentro de um abismo por um longo tempo, o abismo olha de volta para você
— Acima do Bem e do Mal

A leitura dos clássicos filosóficos, o posterior entendimento de suas mensagens e a implementação das mesmas na vida cotidiana podem realmente libertar o indivíduo, mas não sem antes aprisioná-lo em uma masmorra putrefata e fétida, habitada pelas mais abjetas criaturas, pelos pensamentos mais apavorantes e localizada nos recantos mais profundos e sombrios da mente do indivíduo. 

Em seu maravilhoso Acima do Bem e do Mal, Nietzsche escreve que "Quem quer que lute com monstros deve ter cuidado para não se tornar um monstro ele próprio. E quando você olha fixamente para dentro de um abismo por um longo tempo, o abismo olha de volta para você." São duas analogias perfeitas com relação ao estudo da filosofia, pois que representam não somente dois riscos mas também duas necessidades para a busca da libertação através do conhecimento filosófico. Assim, não basta ao neófito somente contemplar o abismo;  é preciso que de certa maneira ele — amparado por sua coragem intelectual e espiritual — se permita pelo abismo ser absorvido para então, e somente então, emergir compreendendo o mundo através de uma nova perspectiva

 

A Pena Mágica

Trump, Esquerda e Insegurança