Baseado em Toronto, Canadá, Tadzio goldgewicht é um sinólogo especialista em pensamento chinês clássico, chinês arcaico e na arte marcial do Xingyiquan. Atua como professor e consultor.

Porque prestar atenção à filosofia chinesa

Porque prestar atenção à filosofia chinesa

Deixem que eu comece este breve artigo fazendo a seguinte afirmação: a filosofia clássica chinesa pode mudar a sua vida para melhor, bastando que para isso você se permita essa mudança. Como posso fazer tal afirmação? Primeiro porque venho estudado a natureza e a utilização da filosofia clássica chinesa há quase duas décadas, e segundo porque eu sou um dos milhões de pessoas que teve sua vida mudada por ela. 

Acontece que a vida do ser-humano pode ser entendida através de diferentes prismas, um deles sendo a sua relação com as grandes questões existenciais que a própria natureza nos apresenta.

Acontece que a vida do ser-humano pode ser entendida através de diferentes prismas, um deles sendo a sua relação com as grandes questões existenciais que a própria natureza nos apresenta. A maneira como você entende essas perguntas e como se posiciona diante delas determinará, em grande parte, a forma através da qual você conduzirá dois tipos muito importantes de interações, ou relações: a sua relação consigo mesmo e a sua relação com os outros. É dessas duas relações que a grande maioriados seus problemas — senão todos — nasce; pode ser que sejam problemas existenciais de quem contesta a própria realidade ou problemas considerados mais comuns — mas não menos importantes — de quem não sabe o que fazer diante da violência que assola o Brasil ou não consegue se comunicar como gostaria com o filho adolescente. Seja qual for o seu problema ele sempre será grande para você, porquanto sempre lhe trará dores, dúvidas e frustrações individuais, desta forma lhe impedindo de viver mais harmoniosamente e de alcançar seus objetivos. Para tudo isso existe uma solução pouco conhecida no ocidente mas que tem — repito — a possibilidade de mudar a sua vida para melhor. 

Imagine um sistema coeso, lógico e objetivo que se proponha a entender e explicar o ser-humano em suas diferentes dimensões - social, política, psicológica, cultural e espiritual

Convido você a fazer comigo um breve e simples exercício mental. Imagine um sistema coeso, lógico e objetivo que se proponha a entender e explicar o ser-humano em suas diferentes dimensões - social, política, psicológica, cultural e espiritual, dentre outras; imagine ainda que este sistema não se proponha somente a entender e explicar o ser-humano, mas que também se disponha a guia-lo para que ele possa alcançar a felicidade dentro da vida que escolheu para si; imagine também que este é um sistema prático, porque surgiu da necessidade real de pessoas que, como você, tem dores,  dúvidas e frustrações; e, finalmente, para terminar o exercício, imagine que este sistema, desconhecido no ocidente, tem sido utilizado com grande sucesso por mais de dois mil anos. Vamos agora colocar o pensamento em ordem e listar o sistema que você imaginou:

 

  1. Lógico, coeso e objetivo, explica o ser-humano de forma integral.
  2. Se propõe a guiar o ser-humano de modo a que ele alcance a felicidade individual, independente das suas escolhas de vida.
  3. Prático, surgiu da necessidade de pessoas como você - você pode se identificar com ele.
  4. Desconhecido no ocidente, tem sido utilizado com grande sucesso por mais de dois mil anos na China e outras partes da Ásia.

 

    Quero dizer a você que este sistema existe, que eu o conheço e que posso lhe ensinar como utiliza-lo. Ele é a amálgama do pensamento clássico chinês que aprendi quando passei quase quinze anos completamente imerso e isolado na China. Eu o estudei — a bem da verdade ainda estudo —, o compreendi e o organizei de maneira a que possa ser entendido e utilizado pelo brasileiro. Como é um sistema com características inclusivas, sua utilização não está restrita a um problema específico, e dependendo da necessidade do indivíduo, o foco da utilização pode ser político, social, cultural, militar, estratégico ou psicológico. 

    Convido você a ler os meus próximos artigos e descobrir mais sobre como mudar sua vida através da filosofia chinesa.

 

    

Xingyiquan e Filosofia Chinesa

Vamos vibrar, Brasil!